El Caminho do Norte juntamente com o Caminho Primitivo, são consideradas as primeiras rotas de peregrinação a Santiago de Compostela, utilizadas pelos primeiros peregrinos europeus, principalmente do Norte da Europa e pelos seus monarcas, pois à época da descoberta dos restos mortais do Apóstolo Santiago, a Península Ibérica era em grande parte invadida pelos muçulmanos, excepto na sua parte norte, pelo que estas foram as rotas mais percorridas por razões de segurança.

O Caminho do Norte constitui o segundo grande itinerário jacobeu de longa distância que, partindo da Ponte de Santiago (fronteira entre Espanha e França), percorre sucessivamente as Comunidades do País Basco, Cantábria, Astúrias e Galiza, num percurso de 810 km., aproximadamente.

Fruto da retirada muçulmana, para Sul, foram incorporadas outras rotas, menos exigentes e com melhores condições climatéricas para o peregrino, como a Maneira francesa.

 

Caminho do Norte

Estrada de Irún a Bilbao

8 dias/7 noites
0€/pessoa
No Caminho de Santiago de Irún a Bilbao, a zona costeira alterna com as montanhas. A cidade de Irun é o ponto de partida do Caminho do Norte. A gastronomia rica e farta, bem como seus famosos restaurantes e chefs nos esperam no caminho. Paisagens exuberantes e vistas espetaculares acompanharão o peregrino pelas terras bascas.
Caminho do Norte

Estrada de Bilbau a Santander

7 dias/6 noites
0€/pessoa
O mar e as montanhas são as marcas deste Caminho de Santiago de Bilbau a Santander. Cidades costeiras, de grande riqueza cultural e histórica como Portugalete, tendo na sua Ponte Suspensa (declarada Património da Humanidade), a sua principal marca distintiva, a vila piscatória de Castro Urdiales, Laredo, com o seu fantástico centro histórico e o seu extenso areal e Santander, ao qual acederemos de barco, tendo como testemunha o Palacio de la Magdalena, serão as principais atrações desta bela rota do Caminho do Norte a Santiago. Esta rota percorre as comunidades do País Basco e Cantábria, ambas no final da praia de La Arena e a cidade de Pobeña. Na parte cantábrica encontraremos numerosos vales dedicados a pastagens devido ao imenso rebanho de gado que esta região possui e às aldeias piscatórias que pontilham a sua costa. Neste percurso temos a “sorte” de poder fazer dois transfers de barco; um deles do Puntal de Laredo a Santoña, cidade famosa por suas famosas anchovas e o outro transfer do cais do Somo para a monumental capital cantábrica, Santander.
Caminho do Norte

Estrada de Santander a Gijón

11 dias/10 noites
0€/pessoa
No Caminho de Santiago de Santander, localizado em terras cantábricas, encontramos o único lugar do mundo onde correm duas Rotas de Peregrinação Jubilar: de um lado o Caminho do Norte a Santiago e do outro o Caminho do Líbano a Santo Toribio del Liebana, onde, no seu Mosteiro, se conserva o Lignum Crucis, considerado o maior pedaço da cruz de Jesus Cristo que se conserva.
Caminho do Norte

Estrada de Gijón a Ribadeo

9 dias/8 noites
0€/pessoa
O Caminho de Santiago de Gijón começa com a sua magnífica Playa de San Lorenzo e corre em grande parte paralela ao Mar Cantábrico, pontilhada com belas cidades costeiras como Pitu (Cudillero), Navia, Luarca, Tapia de Casariego e, terminando espetacular em Ribadeo, com vista para o rio que dá nome à cidade. Belas Mansões de Índios, nos encontrarão em muitas localidades nesta rota do Caminho do Norte.
Caminho do Norte

Estrada de Ribadeo a Santiago

11 dias/10 noites
825€/pessoa
O Caminho de Santiago de Ribadeo é o ponto de entrada do Caminho na Galiza, no chamado "Camino del Norte", começando na cidade de Irún. Toda a beleza da Galiza, com frondosos bosques, corredoiras, Casas Rurais e inúmeros rios e ribeiras marcarão o nosso percurso até Santiago. Nesta parte do Caminho do Norte, como pontos de especial significado, visitaremos os Mosteiros de San Salvador de Lourenzá, Sobrado dos Monxes e o município de Vilalba. Em Arzúa, o Caminho do Norte junta-se ao Caminho Francês, num único itinerário, terminando em Santiago, o nosso tão esperado destino.
Caminho do Norte

Estrada de Vilalba a Santiago

8 dias/7 noites
625€/pessoa
O Caminho de Santiago de Vilalba é o ponto de partida na região de Terra Chá. Neste percurso caminharemos por caminhos medievais e caminhos reais povoados por maciços de carvalhos, castanheiros e bétulas. Tudo isso misturado com exemplos de arquitetura popular e pequenas vilas e vilas, além de grandes áreas de trilhas florestais. Chegaremos ao ponto mais alto do Caminho do Norte a partir de Villaviciosa, que está no topo do Marco das Pias (710 metros acima do nível do mar). Santiago de Compostela.
Caminho do Norte

Projete seu Caminho do Norte

À medida
€/pessoa
Desenhamos o seu Caminho do Norte a Santiago de acordo com os dias que tem disponíveis e de acordo com os quilómetros que gostaria de percorrer diariamente. O ponto de partida do Caminho é escolhido por você.

Por que é chamado de Caminho do Norte?

Seu nome se deve ao fato de que começa na cidade de Irún e percorre toda a costa cantábrica.

Atualmente, representa uma das alternativas mais populares. Embora também seja movimentada, é ideal para quem procura fugir do grande fluxo de peregrinos que apostam no caminho francês. Outra particularidade é que permite desfrutar de paisagens de sonho enquanto percorre a costa.

 

Existe mais de um Caminho do Norte?

Não há um único Caminho do Norte, pois outros “Caminhos” partem ou ligam-se a este percurso, como o Caminho de Salvador, o Caminho Primitivo, o Caminho de Balmaseda (entre Bilbao e Burgos), o Caminho do Interior (Irún – Vitória – La Rioja ), Camino del Besaya (entre Santander e Carrión de los Condes), Camino Lebaniego, Camino Vadiniense e Camino de Covadonga.

Por onde passa o Caminho do Norte?

O Caminho do Norte constitui o segundo grande itinerário jacobeu de longa distância que, com início na Ponte de Santiago (fronteira entre Espanha e França), percorre sucessivamente as Comunidades do País Basco, Cantábria, Astúrias e Galiza, num percurso de cerca de 810 km.

O Caminho do Norte corre entre o mar e as montanhas através de florestas, prados e trechos de falésias, de grande beleza monumental, em que a tradição jacobina deixou sua marca ao longo da história. Com orografia acidentada, embora não muito exigente, exceto no início do percurso no País Basco.

El itinerário Decorre num ambiente muito aprazível, predominantemente rural, pontilhado por inúmeras zonas arborizadas e cursos de água, terminando as etapas em belas cidades cheias de história, como San Sebastian, Bilbao, Santander, Gijon e Ribadeo, entre outros, bem como ter a possibilidade de visitar algumas praias da costa cantábrica e poder fazer alguns passeios de barco, entre algumas cidades costeiras.

O verde dos seus vales e os numerosos rios que a marcam, bem como as suas acentuadas tradições culturais, marítimas, gastronómicas e pecuárias, são outro dos principais argumentos para seguir este percurso do Caminho de Santiago.

Na localidade de Arzúa, o Caminho do Norte junta-se à rota do Caminho de Santiago de Sarria a Santiago pertencente ao Caminho Francês, convergindo para Santiago de Compostela num único Caminho.

Etapas do Caminho do Norte e Quilômetros

O Caminho do Norte é a rota mais longa do Caminho de Santiago que existe, pois é um caminho de 820 quilômetros dividido em 37 etapas, dependendo da quilometragem podem ser menores e dependendo da condição física do peregrino

O Mar Cantábrico e a natureza do norte de Espanha são os protagonistas do Caminho do Norte, que chega a Santiago de Compostela pelas regiões do País Basco, Cantábria, Astúrias e Galiza.

Seção Irun-Bilbao

  1. Etapa Irún a San Sebastián: Tem 27,5 km no total.
  2. Etapa San Sebastián a Zarauz: O percurso para esta segunda etapa é de 20,5 km.
  3. Zarautz a Deba Stage: Tem 22 km de extensão.
  4. Etapa Deba a Markina: Tem um total de 24,5 km.
  5. Etapa Markina a Gernika: Tem 25 km de extensão.
  6. Etapa Gernika a Lezama: Para esta sexta etapa são 21 km de percurso.
  7. Etapa de Lezama a Bilbao: apenas 11 km.

Troço Bilbao-Santander

  1. De Bilbau a Portugalete: São 19,7 km.
  2. De Portugalete a Castro Urdiales: Esta etapa tem uma peculiaridade, pois dependendo do percursoescolhido pode variar entre 27,5 km ou 33,8 km de distância.
  3. De Castro Urdiales a Laredo: Você também tem duas opções, 26,5 km ou 33 km, dependendo da rota escolhida. escolher.
  4. De Laredo a Güemes: Composto por 29 km.
  5. De Güemes a Santander: 15,5 km no total.

Troço Santander-Gijón

  1. Etapa Santander a Mogro: 24,5 km 
  2. Etapa Mogro a Santillana del Mar: Composto por 19 km.
  3. Etapa Santillana del Mar a Comillas: Corresponde a 21,7 km.
  4. Etapa Comillas a Unquera: 28 km no total.
  5. Etapa De Unquera a Llanes: 24,1 km
  6. Etapa Llanes para Ribadesella: São 31,5 km.
  7. Etapa Ribadesella para Colunga: 21 km.
  8. Etapa Colunga a Villaviciosa: 28 km
  9. Etapa Vilaviciosa a Gijón: 28 km para esta etapa.

Troço Gijon-Ribadeo

  1. De Gijón a Avilés: 25 km de percurso.
  2. De Avilés a El Pitu: 26,9 km correspondem.
  3. De El Pitu a Soto de Luiña: São 10,5 km.
  4. De Soto de Luiña a Cadavedo: 22 km de percurso.
  5. De Cadavedo a Luarca: Tem 16 km no total.
  6. De Luarca a La Caridad: Estende-se por 29,5 km.
  7. De La Caridad a Ribadeo: São 22 km.

Trecho Ribadeo-Santiago 

  1. Etapa Ribadeo a Lourenzá: 30 km para este dia.
  2. Etapa Lourenzá a Abadin: Tem 25 km.
  3. Etapa Abadin até Vilalba: 20 km.
  4. Etapa Vilalba a Baamonde: Tem 18 km.
  5. Etapa Baamonde a Sobrado dos Monxes: São 40,3 km.
  6. Etapa Sobrado dos Monxes a Arzúa: São 19 km.
  7. Etapa Arzúa a Pedrouzo: 19,2 km no caminho.
  8. Etapa Pedrouzo – Santiago de Compostela: 19,9 km

Onde começa o Caminho do Norte?

Na Espanha, o início está localizado na cidade fronteiriça de Irún. Ponto de partida do primeiro trecho de Irún a Bilbao.

Onde se encontram o Caminho do Norte e o Caminho Francês?

Na localidade de Arzúa, o Caminho do Norte junta-se à rota do Estrada francês, convergindo para Santiago de Compostela num único Caminho.

Por que você deve fazer o Caminho do Norte?

Fazer o Caminho de Santiago organizadoIndependentemente do percurso escolhido, será sempre uma experiência que ficará na memória para toda a vida. Porém, por ser tão popular e com tantas opções, é claro que existem alguns roteiros que são encantadores, como o Caminho do Norte.

Entre suas atrações podemos citar:

É uma rota costeira como nenhuma outra. Embora a montanha esteja presente em algumas etapas, o mar é o protagonista.

É ideal se procura dias com menor afluência de peregrinos, como é o caso do Caminho Francês. Isso não significa que você não compartilhe e se cruze com muitos outros peregrinos.

Ideal para quem quer testar a sua condição física, pois é bastante exigente.

Ao longo do caminho você pode desfrutar de belas cidades e pequenas aldeias que parecem ter saído dos contos de fadas.

 

Curiosidades do Caminho do Norte

Pode haver muitas rotas, mas poucas têm tanta história quanto o Caminho de Santiago setentrional:

É um dos mais longos, com um percurso de mais de 800 km. Por esta razão, é também um dos mais exigentes a nível físico.

Esta rota é considerada a mais histórica. Segundo especialistas, foi o primeiro usado pelos peregrinos.

A sua origem poderia ser dada como uma alternativa para evitar os territórios dominados pelos muçulmanos no momento em que foi descoberto o túmulo do Apóstolo Santiago.

 

A melhor comida do Caminho do Norte

Sendo um percurso tão longo que toca tantas regiões, a sua variedade gastronómica é extensa. Entre os pratos mais populares estão:

pintxos

Tanto em Bilbao quanto em San Sebastian são protagonistas e com infinitas opções para desfrutá-los. Os mais tradicionais são os à base de pão acompanhados de tortilha.

Aqui também é necessário destacar os croquetes e as patatas bravas.

Ensopado de montanha

Famoso na Cantábria. Além de delicioso, é uma importante fonte de calorias que ajudam os viajantes a recuperar as energias. Tem morcela, chouriço, feijão, couve e entrecosto.

Cachopo

Das Astúrias. É composto por dois filés de vitela empanados recheados com presunto e queijo. Eles são servidos acompanhado de fritas.

Bacalhau ao pil-pil

Aqui o peixe é preparado num molho de alho e malagueta com azeite.

O bolo de peixe escorpião

Também das Astúrias, é preparado com peixe escorpião, alho-francês, cenoura e tomate. Destaca-se pela sua consistência macia e fofa.

Torta galega

Não é preciso muito de uma introdução. Há todos os tipos, com massa de milho, massa folhada ou tipo pão com tanta variedade de recheios que todo mundo acha um ideal.

 

Quais são as cidades mais famosas do Caminho do Norte?

Sendo um percurso tão extenso, os locais a visitar são muitos. Tantos que na realidade o que é mostrado é apenas o mais representativo.

Distribuímos estes pontos de interesse pelas diferentes comunidades autónomas por onde passa.

PAÍS BASCO

Estes são os principais pontos de interesse do Caminho do Norte que passa pelo País Basco.

Palácio Miramar de São Sebastião

Sob a administração da Câmara Municipal, este palácio foi mandado construir pela Casa Real no final do séc.século XNUMX. Foi declarado bem de interesse e patrimônio cultural. Basílica de Begoña em Bilbau

Casa do santo padroeiro de Bilbau, a Virgem Mãe de Deus de Begoña. A construção deste recinto remonta ao século XVI, embora tenha sofrido muitas reformas ao longo dos anos.

Museu Guggenheim em Bilbau

Esta é uma parada obrigatória. A beleza desta construção é algo que vale a pena apreciar. Além disso, possui 20 galerias e exposições permanentes.

CANTABRIA

Continuamos nosso caminho e descobrimos novos pontos de interesse no Caminho da Costa ao passar pela Cantábria.

cidade velha de Santillana del Mar e sua igreja colegiada.

Esta cidade é uma das mais belas de toda a região e possivelmente de toda a geografia espanhola. O seu centro histórico merece destaque, pois remonta à Idade Média, por isso percorrê-lo é uma experiência que ninguém pode deixar de viver.

Farol do cavalo de Santoña

Uma das melhores vistas panorâmicas do Mar Cantábrico está aqui. Com mais de 700 degraus, as vistas são a recompensa perfeita.

ASTURIAS

Quer faça o Caminho de Santiago ou esteja de visita, o Principado das Astúrias oferece uma infinidade de estampas indeléveis.

Catedral de Oviedo nas Astúrias

De estilo gótico, é um dos conjuntos arquitetônicos mais importantes da Espanha. Com mais de 1200 anos, testemunhou uma longa história. Antiga muralha e torre em Llanes

Construída entre os séculos XIII e XV, restam apenas cerca de 300 metros desta gloriosa muralha, dividida entre norte e sul, que é precisamente onde se encontra a torre.

Centro Histórico de Avilés

Este é um dos mais importantes da região, tombado como Sítio Histórico-Artístico. Graças ao porto Foi um protagonista durante os tempos medievais.

GALIZA

Não poderíamos deixar de falar sobre os últimos pontos de interesse que você encontrará no Caminho do Norte ao passar pela Galiza.

Caverna do Rei Cintolo de Ribadeo

Considerada a maior gruta de toda a Galiza, tem três pisos e mais de seis quilómetros de extensão.

Mosteiro de Santa Maria de Sobrado dos Monxes

Fundado no ano de 952, sofreu uma importante reabilitação em meados do século XX. É considerado Monumento Histórico Artístico Nacional.

Catedral de Mondoñedo em Lugo

É uma das mais belas de toda a Galiza. Além disso, em 1902 foi declarado relíquia histórica nacional.